Livre-se deles e rejuvenesça! 10 hábitos que prejudicam a sua pele

A aparência da pele, sem sombra de dúvida, é um fator que preocupa a maioria das mulheres. Isso porque com o passar do tempo, linhas de expressão, rugas, flacidez e falta de luminosidade passam a incomodar, e muito!

Mas não adianta só investir em tratamentos estéticos ou em cremes caríssimos. Existem alguns vilões que agem contra a saúde da nossa pele, que muitas vezes, não nos atentamos muito, mas são prejudiciais. A seguir, você confere alguns hábitos ruins que favorecem o envelhecimento precoce.

 

Falta de consumo de água

Um dos primeiros sinais da falta da desidratação aparecem na pele e nas mucosas. A falta de ingestão de água deixa a pele flácida e sem beleza, perdendo o turgor.

Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas, substâncias que prejudicam a pele. O recomendado é consumir pelo menos dois litros de água por dia.

 

Tabagismo

Além de todos os malefícios do cigarro para nosso pulmão, ele pode ser muito prejudicial para a pele, que fica grossa, amarelada, sem viço e opaca, por conta da nicotina.

O cigarro também provoca distúrbios no metabolismo e acelera a perda de colágeno(células responsáveis por dar sustentação e elasticidade à pele), favorecendo a flacidez. As rugas ao redor dos lábios e ao redor dos olhos ficam mais acentuadas, já que o fumante fecha os olhos parcialmente para proteger os olhos da fumaça.

 

Poluição

No ar poluído são encontrados gases nocivos que formam uma película de toxinas na pele, aumentando as reações de oxidação e a formação de radicais livres que agridem a pele.

O excesso de poluição oxida as células tanto da pele como do organismo todo. Por isso, é importante proteger a pele diariamente, aplicando protetor solar, hidratante e fazendo a higienização para eliminar as impurezas.

 

Estresse

O estresse altera nossos hormônios, podendo deixar a pele mais oleosa e acneica. Ele também diminui nossas defesas, e a pele fica mais predisposta à doenças e infecções, como herpes, alergias, erupção cutânea, psoríase e até vitiligo.

 

Uso inadequado de protetor solar

A radiação solar é responsável por uma enorme porcentagem do envelhecimento da pele exposta, principalmente nas peles mais brancas, que sofrem este processo precocemente.

O excesso de exposição solar, e principalmente a falta de proteção solar, é a principal causa do envelhecimento da pele e também do câncer de pele. A radiação penetra na pele e provoca alterações diretamente no DNA das células e, indiretamente, provoca reações químicas que alteram as fibras colágenas e elásticas. O resultado é o que chamamos de fotoenvelhecimento, identificado pelo aparecimento de manchas, sardas, flacidez, pele áspera, aumento das rugas e, em alguns casos, câncer de pele.

 

Falta de alimentação equilibrada

Uma dieta rica em vegetais, frutas, leguminosas, cereais e hortaliças é a melhor proteção contra os radicais livres, grandes inimigos da pele. As substâncias ativas encontradas nestes alimentos são excelentes antioxidantes que neutralizam a ação destes radicais.

Priorize alimentos ricos em Vitamina C (laranja, limão, lima, acerola, caju, kiwi, morango, couve, brócolis, tomate), vitamina E (amêndoas, nozes, castanha do Pará, gema de ovo, vegetais folhosos), vitamina A (cenoura, abóbora, fígado, batata doce, damasco seco, brócolis, melão), entre outros nutrientes encontrados em alimentos frescos.

 

Consumo de açúcares e gordura

O açúcar em excesso é responsável por um processo de envelhecimento celular chamado glicação, isto é, o açúcar se liga às proteínas da pele, como o colágeno, provocando a rigidez destas proteínas. A pele perde a função de elasticidade, permanecendo flácida e com rugas.

Já a gordura em excesso fica acumulada no tecido subcutâneo de forma irregular, provocando gordura localizada e celulite.

 

Falta de hidratação da pele

A pele ressecada costuma apresentar mais flacidez e rugas, além de consequências mais sérias como dermatite e descamação.

Um rosto bem hidratado apresenta uma boa elasticidade e viço. Com o envelhecimento, as glândulas sebáceas diminuem em número e tamanho, deixando a pele mais ressecada. O ressecamento superficial da pele causa alergias e coceira, diminui a elasticidade e agrava as rugas. Portanto, além de beber líquidos, a pele terá benefícios extras se for hidratada com cremes e loções.

 

Dormir mal

Uma boa noite de sono repara todo nosso organismo. Durante o sono, produzimos hormônios como a melatonina e o hormônio do crescimento. Estes hormônios são calmantes, rejuvenescedores e reparadores. A falta de sono provoca estresse e não dá tempo para o organismo descansar. Resultado: pele sem beleza e com olheiras.

 

Sedentarismo

A prática de atividades físicas traz muitos benefícios para o corpo e para a pele: melhora a circulação sanguínea, melhora o metabolismo do organismo, combate o estresse e melhora a qualidade do sono. Além disso, ainda combate a flacidez, a celulite e a gordura localizada.

Deixe seu comentário!



Publicado em:

setembro 26, 2018

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 3508.0300

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]

%d blogueiros gostam disto: