O que mudar na alimentação para secar a barriga? Veja dicas

A barriga chapada e medidas perfeitas é um desejo comum entre as mulheres e os homens. Para conquistar um abdômen lisinho, é essencial manter uma dieta adequada, incluindo frutas, vegetais e alimentos que melhoram a microbiota intestinal, e praticar atividades físicas com frequência, inclusive investindo em exercícios que trabalhem a musculatura da região.

A “barriga tanquinho” depende 80% da alimentação. Aliás, uma dieta adequada é a base do bom funcionamento de todo o organismo. Existem alguns alimentos específicos que podem contribuir para que a barriga fique lisinha e outros que podem fazer com que ele fique maior – e aí entram gordura localizada, inchaço e até estufamento.

Saiba agora o que pode contribuir para uma barriga chapada e quais alimentos ajudam ou atrapalham na busca pelo abdômen perfeito.

 

Microbiota intestinal saudável

Ter um bom funcionamento intestinal diminui as chances de prisão de ventre e formação de gases que causam inchaço no abdômen. A absorção de vitaminas e minerais é favorecida e não ocorre deficiência de nenhum micronutriente. Além disso, a microbiota saudável diminui o risco de retenção de líquidos, de aumento da compulsão por doces, de insônia, entre outros problemas que favorecem o ganho de peso.

Alguns alimentos e bebidas podem contribuir para a microbiota saudável. Recomenda-se beber muita água e o consumir probióticos e produtos que os contém. Alimentos ricos em fibras solúveis, como a maçã, o maracujá e a aveia, também são boas opções porque melhoram o trânsito intestinal e a absorção de nutrientes que ajudam a diminuir a gordura abdominal.

 

Beba água

A água ajuda a eliminar as toxinas e o excesso de sal, que pode ser responsável pela sensação de inchaço. Por isso, ao longo do dia, lembre-se de tomar mais água: para ficar mais fácil, mantenha uma garrafa sempre por perto. Para queimar gordura, eliminar toxinas, o intestino funcionar corretamente e evitar retenção de líquidos precisamos beber água.

 

Frutas com fibras e antioxidantes

O consumo de frutas de maneira geral ajuda desinchar a barriga devido à alta presença de fibras que, além de melhorar a microbiota intestinal, também diminuem a absorção de gordura e proporcionam saciedade. O maracujá, a maçã e a ameixa se destacam pelas boas quantidades de fibras solúveis.

A ação antioxidante das frutas também é boa para a perda de gordura abdominal. O kiwi, o morango, a laranja, a acerola, a goiaba e a tangerina são ricos em vitamina C e por isso possuem forte ação antioxidante. As frutas vermelhas e roxas, como a amora e a uva roxa e a framboesa, também se destacam pela ação antioxidante.

 

Vegetais e verduras que aceleram o metabolismo

O consumo destes alimentos é importante para a perda da gordura abdominal. As verduras são boas porque melhoram o metabolismo. A couve, a salsa e o agrião ainda possuem propriedade diuréticas que ajudam a reduzir a retenção de líquidos que se acumula na barriga.

No caso dos vegetais é interessante optar por aquelas ricos em magnésio. Boas opções são a beterraba, acelga, quiabo e alcachofra. A berinjela também é uma ótima opção por ser rica em fibras solúveis.

 

As sementes e a saciedade

As sementes de linhaça e de chia são aliadas no emagrecimento e consequentemente na perda de gordura abdominal. O principal motivo para isso é por elas serem ricas em fibras solúveis que irão proporcionar saciedade e consequentemente o emagrecimento.

Além disso, estas sementes são ricas em ômega 3. Este ácido graxo possui ação anti-inflamatória que pode agir na inflamação causada pela gordura.

A melhor maneira de consumir a chia e a linhaça é triturando-as. Assim, é possível obter o ômega 3 presente nessas sementes. A orientação é triturar toda a quantidade do saquinho com uma das sementes, colocar o pó em uma vasilha de plástico fosca e com tampa e armazená-la no freezer. Assim, o alimento fica protegido da luz, do oxigênio e da temperatura, evitando que ocorra a oxidação. Este procedimento é muito importante e se não for feito a gordura do alimento triturado irá oxidar, o que é prejudicial para a saúde.

 

Os chás e seus benefícios

Alguns chás possuem propriedades que contribuem para que a barriga fique lisinha. Porém, antes de consumi-los é melhor passar por uma avaliação com um profissional de saúde para que ele indique qual poderá ser consumido de acordo com cada caso e também o quanto ingerir.

O chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e quadril, acredita-se que isto ocorre devido a ação antioxidante dos flavonóides, antocianina e quercetina. O chá verde possui efeito termogênico e por isso auxilia na perda de peso. Já o chá de cavalinha é utilizado porque ajuda a diminuir a retenção de líquidos e o chá de menta auxilia na digestão e diminui a formação de gases.

 

Alimentos que causam gases

Para conquistar a barriga chapada evite o consumo de alimentos que causam gases. Isto porque o problema irá levar a um leve aumento da circunferência abdominal. Alguns alimentos que podem causar gases são: bebidas gaseificadas como os refrigerantes e água com gás, frituras, pão, queijo, embutidos, enlatado de carne vermelha e certas leguminosas, como feijão.

 

Alimentos que causam retenção de líquidos

Diminuir o consumo de alimentos que causam a retenção de líquidos é importante, pois o problema pode levar ao aumento da região abdominal. Por isso, quem busca uma barriga chapada deve diminuir o consumo de sódio. Os alimentos que possuem boas quantidades da substância são: embutidos, sal em excesso e alimentos processados.

Os embutidos e industrializados ainda contam com conservantes e corantes que criam um processo inflamatório, com a célula inflamada tudo passa a funcionar mal, até a perda de gordura.

 

Comer menos e mais devagar…

Ao comer depressa, você mantém o ar preso no organismo. Por isso, ao longo do dia, tente mastigar os alimentos de forma mais lenta, para desta forma diminuir o inchaço. Tome cuidado com a quantidade de alimentos que você consome. O motivo para você se sentir muito satisfeito e inchado pode ser o tamanho das porções que anda colocando no prato.

 

Cuidado com a ingestão de bebidas alcoólicas

Seja uma taça de vinho ou um coquetel, as bebidas alcoólicas podem acarretar a sensação de inchaço por uma série de motivos. O álcool dificulta a digestão e todo o açúcar contido em drinques torna o organismo preguiçoso. Além disso, beber conduz a péssimas escolhas alimentares, especialmente quando a hora do jantar se aproxima. Deixe as tentações de lado e, se quiser uma barriga lisinha, dispense aquele happy hour a todo momento ou fique na água com gás e limão.

 

 

Deixe seu comentário!



Publicado em:

outubro 24, 2018

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 4671-9200

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]

%d blogueiros gostam disto: