Você já ouviu falar sobre a MASKNE?

Você já ouviu falar sobre a MASKNE?

As máscaras faciais são uma das medidas mais eficientes de prevenção contra o COVID-19. Antes opcional, agora um artigo de uso obrigatório em ambientes públicos, as máscaras rapidamente ganharam espaço tornando-se um acessório indispensável para a manutenção da saúde, mas também, tem sido considerada por muitos um item relacionado a moda, com diferentes cores, tipos e formatos.

Porém, o uso diário de máscaras faciais, principalmente por pessoas que necessitam de seu uso contínuo, durante várias horas por dia, podem gerar um problema típico dos dias atuais: a MASKNE.

O termo MASKNE vem sendo popularmente utilizado mundo afora para designar a acne oriunda do uso contínuo de máscaras faciais. É provável, que se você precisa utilizar as máscaras diariamente, você venha a se deparar ou já deve ter se deparado com este problema em algum momento.

 

Mas porque a MASKNE ocorre?

A fricção constante, a pressão, o excesso de calor e a alta umidade proveniente do suor e da respiração represada por baixo da máscara, aliados ao estresse gerado pelo momento atual, podem gerar uma série de manifestações tópicas como irritação cutânea, dermatites e a MASKNE. A acne mecânica, decorrente do uso de máscaras, também pode variar de pessoa para pessoa de acordo com o tipo de pele, o tipo de máscara, o clima, além da quantidade de horas diárias com o acessório.

Se você notou alguns pequenos inchaços na superfície da sua pele, que são mais sensíveis ao toque do que você consegue enxergar em frente ao espelho? Pode ser o primeiro sinal de comedões ou pústulas que poderão vir a surgir com o uso contínuo das máscaras faciais.

Pessoas com pele oleosa e/ou que já sofriam com algum tipo de desequilíbrio cutâneo antes do isolamento social, tendem a ser mais propensas ao acometimento da acne em decorrência do uso diário de máscaras faciais, devendo assim, redobrar os cuidados para evitar o surgimento de novas lesões e possíveis marcas ou manchas de pele no futuro.

 

Como evitar a MASKNE?

Logicamente, diminuir o uso das máscaras faciais está fora de cogitação diante da situação pandêmica atual.

Diferente das máscaras profissionais como as máscaras cirúrgicas ou respiradores N-95, as máscaras domésticas podem ser adquiridas em lojas específicas ou fabricadas em casa, com formatos variados e diferentes tipos de materiais. O importante, é que as máscaras cubram toda a região da boca e do nariz, assim como as laterais da face, como orientado pela ANVISA.

Diante disso, para evitar a MASKNE, devemos optar por uma máscara que gere menos atrito com a pele e seja feita com um material leve, suave e maleável. Lembrando que devemos nos atentar a relação do material utilizado com suas respectivas horas de proteção. Máscaras de tecido, por exemplo, devem ser trocadas a cada 2 horas e higienizadas de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde, antes de uma nova utilização.

Além da escolha da máscara ideal, algumas fórmulas manipuladas são de grande ajuda para evitar o aparecimento da acne e outras desordens cutâneas, como comentamos a seguir.

 

Fórmulas manipuladas para evitar e tratar a MASKNE?

SEBOCLEAR™-DB + DEFENSIL®-PLUS

A combinação de ativos ajuda a controlar a oleosidade e restaurar o equilíbrio da pele.

SEBOCLEAR™-DB, composto pelos ativos Plantago lanceolata, Mahonia aquifolium e Salicilato de sódio, dão suporte ao sistema físico e bioquímico da pele, reduzindo as impurezas e melhorando a sua aparência.

Por sua vez, DEFENSIL®-PLUS, possui ingredientes ativos vegetais capazes de controlar os processos inflamatórios cutâneos em peles irritadas e sensíveis, reduzindo o prurido e a vermelhidão.

Modo de Uso: Aplicar 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

 

SEPICONTROL™ A5 + CELLIGENT®

A combinação destes ativos é capaz de restaurar o equilíbrio cutâneo e proteger o DNA celular da pele.

A associação dos ativos Cinnamomum sp e o lipoaminoácido exclusivo Capriloil glicina presentes em SEPICONTROL™ A5 atua sobre as 5 principais causas do desequilíbrio cutâneo com propensão a acne, diminuindo assim, a atividade da enzima 5-α-redutase; a proliferação bacteriana; a síntese de lipases bacterianas; a ação da elastase; e o combate aos radicais livres. SEPICONTROL™ A5 reduz em até 78% a acne e os comedões em apenas 54 dias de uso.

CELLIGENT® é composto por Etil ferulato, Monofosfato de Uridina (UMP) e Ácido Carnosólico. Este blend de princípios ativos protege o DNA celular e aumenta a sua capacidade antioxidante.

Modo de Uso: Aplicar 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

 

Para receber as sugestões fórmulas manipuladas completas, entre em contato conosco por e-mail ou pelos telefones: 11 4671-9200 ou 0800 940 3210.

Purifying skin

Pele oleosa: como cuidar e o que evitar

Se você tem pele oleosa e sofre com os problemas que ela te traz, saiba: você não está sozinha. Esse é o tipo de pele mais comum entre as brasileiras e uma das principais reclamações nos consultórios dermatológicos.

No entanto, alguns cuidados básicos podem te ajudar – e muito – a driblar o problema, principalmente nesses dias de calor mais intenso.

Mas antes de mais nada, é preciso entender os motivos que levam à produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas.

Segundo os especialistas, a pele oleosa pode ocorrer por diversas razões, entre elas constituição genética, má alimentação e desequilíbrios hormonais, que podem ser causados por um problema de saúde mais sério ou simplesmente situações pontuais, como picos de estresse, alterações no ciclo menstrual, gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais, menopausa e ingestão de medicamentos como lítio e corticosteroides, por exemplo.

Portanto, descobrir as causas da sua é o primeiro ponto para conseguir iniciar um tratamento adequado. Para isso, é fundamental consultar um dermatologista.

Depois, com a causa identificada, é hora de partir para a ação. Nessa etapa, as dicas abaixo podem ser muito úteis. Confira:

 

– Evite produtos de limpeza muito agressivos. Além de irritar a sua pele, eles podem causar o chamado “efeito rebote”, que faz com que sua pele aumente ainda mais a produção de sebo;

– Resista à tentação e tente não lavar o rosto muitas vezes ao dia. Ao invés de resolver o problema, isso também pode estimular suas glândulas sebáceas a trabalharem ainda mais;

– Sempre procure produtos rotulados como “não comedogênicos”, “não acnegênicos” e “livres de óleo”;

– Na hora da hidratação, prefira produtos com textura mais leve, como as fórmulas em gel ou sérum, por exemplo;

– Semanalmente, procure fazer uma esfoliação facial, para ajudar a remover as células mortas da sua pele;

– Sempre retire toda a maquiagem no final do dia. O acúmulo de produto nos poros pode piorar os quadros de inflamação, causando espinhas;

– Tome cuidado com a sua alimentação e evite o consumo excessivo de leite, alimentos gordurosos, sal e açúcar.

 

Seguindo essas dicas, é possível minimizar os efeitos da pele oleosa e começar a conviver com ela de maneira saudável e nada traumática.

Porque quem tem que brilhar é você e não a sua pele!

____

Se você é farmacêutico ou prescritor, conheça o Sepicontrol A5, um ativo que reduz a produção sebácea e a formação de ácidos graxos livres, além de combater a proliferação de microrganismos típicos da pele oleosa e acneica, permitindo a recuperação do ecossistema cutâneo normal. Fale com nossos vendedores e saiba mais.

Publicado em:

junho 23, 2020

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 4671-9200

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]