Marketing Digital para Farmácias de Manipulação

Marketing Digital para Farmácias de Manipulação

Nos dias atuais, uma farmácia de manipulação não consegue sobreviver apenas através da qualidade de seus produtos e preços competitivos. O mundo moderno exige mais atributos para destacar o seu negócio diante de um mercado tão competitivo.

O Marketing Digital é um importante aliado para sua farmácia se diferenciar da concorrência. Mas, se engana quem pensa que basta abrir uma conta no Instagram ou Facebook e começar a postar assuntos aleatórios. É preciso conhecer muito bem o seu público alvo e ter uma estratégia bem definida, para poder extrair o máximo das ferramentas digitais disponíveis no mercado.

 

Conhecendo o seu Público-Alvo

Você sabe realmente qual é o público-alvo de sua farmácia?

A melhor maneira de fazer isso é realizando uma pesquisa rápida com seus clientes. Em sua maioria, seus clientes são homens ou mulheres? Qual a faixa etária? Classe Social? Qual o seu raio de atuação?

Todas essas respostas precisam estar bem definidas para você desenvolver uma comunicação mais assertiva para a sua farmácia.

Uma boa estratégia é construir uma “persona”. Uma persona é definida pelas principais características que se repetem em seu público, que vão além das segmentações mais básicas de um público-alvo. Para definir uma persona, é preciso saber, além do sexo, idade e classe social, os hábitos, costumes, nível educacional, condições de vida, como é seu tempo para realizar compras, e principalmente as aspirações e desejos de seus clientes.

Ao final, você poderá definir um nome fictício para essa persona, e criar um personagem com as características peculiares dos dados coletados para chegar no seu cliente ideal. Por exemplo: Maria tem 32 anos, casada, tem 2 filhos e uma carro popular na garagem. Maria trabalha em torno de 9h por dia, e quando chega em casa ainda cuida dos filhos e das tarefas domésticas, portanto, não tem muito tempo. É ávida por produtos cosméticos e de higiene pessoal, realiza a maioria das compras on-line e no seu tempo livre gostar de ficar nas redes sociais ou de assistir séries na Netflix.

Com uma persona definida, fica mais fácil saber qual estratégia adotar e em que investir para atingir seus clientes em potencial.

 

Definindo uma estratégia

Quando você conhece profundamente o seu cliente final, é possível definir uma estratégia de marketing que irá ajudar a atrair novos clientes e fidelizar seus clientes existentes.

É muito importante saber qual o seu objetivo antes de definir uma estratégia para alcançá-la. Esse objetivo precisa ser concreto e “alcançável”. Não adianta apenas dizer: “eu quero vender mais!”. Coloque como objetivo algo bem definido como: Quero impactar e conseguir 30 novos clientes em um prazo de 30 dias através de uma campanha em redes sociais; dentro de 3 meses quero ganhar 300+ acessos orgânicos por mês em meu site, assim por diante.

Nesse momento você irá decidir quais ferramentas utilizar, qual a verba para campanhas, quando e onde investir.

 

Conteúdo de qualidade

Depois de definir o objetivo e estratégia para alcança-lo, é hora de focar no conteúdo. Qual mensagem eu quero passar para o meu cliente?

Até o cliente chegar no momento da decisão de compra, ele passa por alguns estágios. Você deve imaginar, que antes do cliente procurar por um princípio ativo em específico, ele pesquisou sobre o problema que ele queria sanar. O caminho que ele decidir seguir para saná-lo pode passar por “N” alternativas possíveis. É provável que antes dele tomar a decisão de compra por aquela fórmula em específico, ele já tenha buscado e encontrado diversas outras alternativas no mercado.

Por isso não basta apenas divulgar seus produtos em seu Web-Site ou nas redes sociais. Você deve impactar seu cliente com uma série de informações úteis durante toda a sua “jornada de compra”. A jornada de compra não se inicia apenas na tomada de decisão de compra de um produto específico (este é apenas o fundo do funil – último estágio para a decisão de compra). Ela se inicia desde a descoberta de um problema, passa pela consideração desse problema, para enfim passar pela decisão, de comprar ou não um produto que irá “solucionar” este problema.

Você pode mostrar ao seu cliente que ele tem um “problema” a resolver, que ele muitas vezes não se deu conta que existia. Por exemplo: “Durante a quarentena, o uso de celulares e dispositivos eletrônicos aumentou drasticamente. Você sabia que a luz azul e a radiação Wi-Fi emitida por esses dispositivos eletrônicos são extremamente prejudiciais para a sua pele?” Por que não fazer um post nas redes sociais falando sobre? Ou então um post de blog? Quem sabe um e-mail com conteúdo informativo?

Em um segundo momento, foque na solução. Por exemplo: “Você sabia que RADICARE®-GOLD irá combater os efeitos deletérios da radiação Wi-Fi e da Luz Azul?”

Agora basta alinhar a comunicação realizada com um canal de vendas para efetivar a venda de seu produto.

Implementar uma ideia pode ser o primeiro passo para influenciar na tomada de decisão de seu cliente.

Mas lembre-se, você pode focar o seu conteúdo em diversos estágios da jornada de seu comprador. Nem sempre tentar fisgar o seu target no início da jornada é o melhor para você. O conteúdo vai depender de seus objetivos, quem você quer impactar, e a estratégia adotada.

 

Seu negócio no Google

A principal ferramenta de busca utilizada pela maioria de seus consumidores, com toda certeza é o Google.

Dentro do Google, você poderá realizar um planejamento para garantir acessos de forma orgânica ou paga para o seu negócio. Caso você opte por obter acessos através da ferramenta de forma orgânica, ou seja, sem pagar por anúncios no Google Ads, o planejamento precisa ser maior, visando um resultado a longo prazo. Ou então, você poderá investir em Mídia Paga, para aumentar as chances de sua farmácia ser visualizada no mecanismo de busca.

Você poderá criar uma conta no Google My Business (ou Google Meu Negócio) para que potenciais clientes de sua região, encontrem a sua farmácia neste mecanismo de busca. Você será visualizado no Google Maps, e seus clientes poderão avaliar a sua farmácia dentro da ferramenta. Isso também aumentará o alcance da sua empresa para clientes em potencial.

Se você tem um Web-Site, trabalhe com o SEO (Search Engine Optmizer) em todas as páginas para melhorar o posicionamento orgânico. Um Blog também pode ser uma ferramenta bem interessante para atrair futuros clientes, despertar o desejo de compra ou até mesmo fidelizar clientes já existentes.

 

Redes Sociais como ferramenta de negócio

Você sabia que o brasileiro é um dos maiores consumidores do Instagram no mundo com uma média 3h30 minutos por dia? Pois é, por isso a presença digital da sua farmácia nas redes sociais é tão importante.

A primeira coisa que se deve saber, é que não se mistura o perfil pessoal com o profissional! Crie uma conta comercial para a sua farmácia nas redes sociais. Somente com contas comerciais se pode realizar anúncios e exibir relatórios de desempenho que irão lhe mostrar o que está funcionando ou não, e você poderá definir uma estratégia para essa correção.

Crie posts com conteúdo relevante para o seu público-alvo no Facebook e no Instagram. Caso necessário para a sua campanha, invista em conteúdo patrocinado. Mas para isso, antes você deverá criar uma conta de anúncios. Se você não sabe como fazer uma conta de anúncios, clique aqui.

Caso for patrocinar a sua mídia, não se esqueça de definir bem o seu público alvo de campanha, com sexo, faixa etária, interesses e localização geográfica, assim você evita gastos desnecessários exibindo um anúncio para pessoas que você não quer impactar.

O WhatsApp também pode se tornar uma importante ferramenta de negócio. Disponibilize um número celular para uma conta comercial, crie listas de transmissão e disponibilize conteúdo relevante em seu Status. Só tome cuidado com o volume de informações! Informação demais pode impactar negativamente o seu cliente nesta rede social.

 

Trabalhando com E-mails Marketing

Pode até parecer que a ferramenta se tornou obsoleta, mas o E-Mail Marketing ainda continua sendo uma importante ferramenta de negócio.

Mas não adianta disparar um e-mail marketing com um produto específico para toda a sua lista de contatos! Você precisa passar a mensagem certa para o cliente certo. Seu mailing list (Lista de e-mails) deverá estar bem segmentada de acordo com cada perfil de cliente. Afinal, se você começar a receber e-mails marketing de uma determinada empresa com conteúdos que você não gosta, ela deixa de ser relevante para você, e você provavelmente não abrirá mais os e-mails dessa empresa ou irá coloca-los na caixa de Spam.

Segmente suas listas de e-mails por grupos: tipo de fórmulas que compram, conteúdo que consomem, página específica visitada em seu web-site, cadastro em landing pages e etc.

Existem algumas ferramentas disponíveis no mercado que lhe auxiliam a criar e a disparar um e-mail Marketing, criar listas de envios e ainda oferecem relatórios de resultados. Pode valer a pena o investimento.

 

Alinhe sua estratégia com a equipe de vendas

Não estamos falando de você detalhar toda a sua estratégia para a sua equipe de vendas. Mas é importante que a sua equipe esteja devidamente alinhada com todas as ações de Marketing que estão ocorrendo no momento ou que irão acontecer de acordo com o seu planejamento.

A equipe de vendas precisa ser instruída em como proceder diante de cada ação, alinhando tudo que acontece on-line que poderá impactar no ponto de venda. Imagine se seu cliente ligar para a sua farmácia a respeito de uma campanha que ele visualizou pelo Instagram, e vendedor que atendê-lo não saber do que se trata, ou passar uma informação errada?!

Marketing e Vendas devem sempre estar devidamente alinhados, para que toda a estratégia funcione corretamente como o planejado.

Ações no ponto de venda (off-line) também poderão reforçar as ações desenvolvidas no meio digital e vice/versa. Integre a comunicação on/offline para potencializar seus resultados. Uma mensagem transmitida várias vezes a partir de diversos meios de comunicação tem mais chances de impactar seu público-alvo de forma positiva.

 

Esperamos que este post seja o ponto de partida para você iniciar uma estratégia eficiente para sua farmácia. O seu sucesso é muito importante para nós.

Como atrair clientes

5 ações para atrair clientes gastando pouco

Sua farmácia pode ser uma referência no mercado através de práticas simples

 

As farmácias buscam sempre alternativas para aumentar seu público e, consequentemente, o faturamento, mas há a ideia equivocada de que isso demanda grandes mudanças e alto investimento. Quando bem planejadas, essas campanhas podem render frutos significativos sem custos exagerados, além de trazer mudanças que vão fazer parte da identidade da empresa. A verdade é que os clientes gostam de vantagens e bom atendimento, e isso não é muito difícil de proporcionar, certo, farmacêutico?

Por meio deste guia ágil a seguir, queremos ajudar e incentivar farmácias de todos os tamanhos a aumentar sua visibilidade e atrair mais clientes. São dicas simples, mas com retorno garantido. Confira.

– Eventos gratuitos

São inúmeras opções de evento, por isso pense em conjunto com a equipe no que vale mais a pena organizar. O objetivo de eventos gratuitos é conseguir a entrada de visitantes no ponto de venda. Uma vez esse cliente se encontra na parte interna, a farmácia é capaz de expor seus produtos, divulgar serviços e até oferecer amostras.

Não se preocupe em preparar um espetáculo em sua loja. É importante não sair da essência e transmitir autenticidade para esses possíveis clientes. Com uma equipe comprometida e hospitaleira, um ambiente organizado e táticas bem definidas, a chance de obter êxito é grande. Além disso, a empresa pode fazer eventos assim com frequência, já que os custos não devem ultrapassar o limite mínimo estabelecido.

– Promoções e sorteios nas redes sociais

Outra tática simples é se aproveitar da popularidade da sua rede social para fazer ações promocionais e engajar o público. Se você ainda não está nas redes sociais, não espere mais, mas aos que já estão, essa é uma chance muito boa para ganhar seguidores, receber mais receitas e ganhar os desejados likes. Seja ativo nas redes e proponha um conteúdo de qualidade, com promoções e desafios.

As ações online melhoram não só a movimentação virtual em torno da sua farmácia, mas também o volume de pessoas no seu ponto de venda. São várias possibilidades: distribua cupons, faça enquetes e divulgue as novidades da farmácia.

– Programa de Fidelidade

Essa é uma das práticas que aparece como realidade quase indispensável para manter a competitividade da farmácia. Você sabia que aproximadamente 80% do seu lucro vem de apenas 20% dos seus clientes? Invista nessa parcela fixa de consumidores, afinal, estas são pessoas que escolhem a sua loja por conta própria, independentemente dos preços praticados.

Quando o cliente fiel é incentivado com prêmios, vantagens e atendimento personalizado, este sempre volta e ainda é capaz de recomendar sua farmácia para terceiros. Ofereça pontos para trocar, cartão fidelidade, consulta de prêmios por CPF e até convênios com estabelecimentos parceiros, como academias, por exemplo.

– Atendimento diferenciado

O importante aqui é se destacar perante o concorrente. O atendimento é um fator determinante para a decisão do cliente de voltar ou não à farmácia, por isso o investimento nessa área é fundamental. Treinamentos para os colaboradores devem abordar desde etiqueta e educação, até o domínio do conteúdo que a farmácia aborda. A relação com o cliente deve ser marcante para que ele nunca saia do ponto de venda sem uma solução para seus problemas.

Se treinamentos e incentivo condicionam o atendimento presencial, o gestor deve buscar alternativas para oferecer também um suporte online para a clientela. O WhatsApp e as redes sociais, com destaque para o primeiro, são bons veículos para contato e podem transmitir receitas, orçamentos e recibos. É possível programar respostas e ter um atendimento 24 horas por dia, sete dias por semana.

– Visitação Médica

Essa prática continua como a mais vantajosa, quando bem feita, na hora de atrair mais clientes. Ao visitar o prescritor e disseminar o conteúdo da sua farmácia, o próprio médico, se convencido, vai receitar medicamentos e cosméticos diretamente para a sua loja. Os custos abrangem materiais, deslocamento e preparo de formulações para exposição, mas o retorno paga e compensa tudo que foi investido.

Existe uma parcela pequena de farmácias que trabalham com visitação, e está aí um grande erro do mercado. Você, gestor, pode se destacar justamente por não ter uma concorrência muito grande e receber receitas como nunca imaginou. Este tipo de parceria agrega também ao nome da farmácia, que passa a ser de confiança não apenas do médico, mas também do cliente.

Está nas suas mãos o sucesso da sua empresa no mercado magistral. Medo de investir existe, mas não é uma desculpa para não crescer, afinal, acabamos de sugerir cinco técnicas que não vão deixar seu bolso vazio e encher sua mente de incertezas. Com uma equipe centrada e comprometida, a farmácia prospera com hábitos simples, mas que fazem toda a diferença.

Publicado em:

maio 11, 2020

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 3508.0300

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]