Setembro Amarelo: Vamos falar sobre empatia?

Setembro Amarelo: Vamos falar sobre empatia?

A empatia é caracterizada pela capacidade do indivíduo de se colocar no lugar do outro, ou seja, tentar entender seus sentimentos para, assim, compreender as suas atitudes. A empatia é também a capacidade de lidar com a dor alheia, buscando entender o ponto de vista do outro, exercendo generosidade e tolerância.

Com certeza você já deve ter ouvido um parente ou alguém próximo sendo atacado durante um momento de tristeza ou choro “ah, ele/ela está com frescura”, ou durante um momento de irritabilidade “nossa, que falta de educação!”, ou então durante um momento de reclusão “Como ele é antissocial, não é?!”. Porém, atitudes como essas não devem julgadas e sim observadas mais de perto, pois podem ocultar um problema maior, que deve ser levado a sério: a depressão.

Alguns sintomas são recorrentes e devemos ficar atentos, como:

-Alterações no apetite, tanto para mais quanto para menos.
-Problemas com insônia ou excesso de sono;
-Cansaço ou falta de energia;
-Sensação de fracasso e culpa excessiva;
-Dificuldades de concentração (no trabalho ou em tarefas rotineiras do dia a dia)
-Pensamentos suicidas;
-Baixa autoestima,
-Alteração da libido.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a depressão é uma doença psiquiátrica crônica que acomete mais de 300 milhões de pessoas em todo mundo. E infelizmente, destes, 800 mil pessoas acabam se suicidando todos os anos.

Iniciamos este Setembro Amarelo, deixando um sinal de alerta para a os sinais de depressão que podem levar ao suicídio. Depressão é uma doença GRAVE, e devemos estar sempre atentos aos indícios em nossos amigos e familiares e até em nós mesmos, porque não?
Mas lembre-se a empatia e o apoio ao próximo são essenciais para que este paciente seja corretamente diagnosticado, devemos ainda encorajá-los a buscar ajuda e um diagnóstico que somente poderá ser realizado por um profissional médico qualificado.

 

Depressão e fitoterápicos

Você sabia que alguns fitoterápicos possuem benefícios para os quadros de ansiedade e depressão sem causar efeitos colaterais (e dependência).
Mesmo sendo de origem natural, os fitoterápicos têm efeitos semelhantes às drogas sintéticas, mas devemos ficar atentos à sua origem. Se você for mandar manipular, vá até uma farmácia com manipulação de sua confiança.
Dentre estes fitoterápicos podemos destacar a Melissa, a Passiflora e a Camomila.
A Camomila por sua vez contém altas concentrações de um flavonoide com excelentes propriedades para a saúde cerebral: a Apigenina.

 

Apigenina: Um potente aliado da saúde cerebral

A Apigenina é um flavonoide do grupo das flavonas encontrado em alguns alimentos como a camomila, salsa e tomilho. Este ativo ainda possui ações secundárias antioxidantes e anti-inflamatórias.

A Apigenina promove efeito calmante e ansiolítico, devido a sua capacidade de modulação dos receptores GABA no cérebro e sua capacidade de se ligar aos receptores do hormônio estrógeno, evitando a progressão de doenças neurodegenerativas. A Apigenina possui ainda a capacidade de aumentar a formação de neurônios e fortalecer a comunicação entre eles.

A Vepakum Farma trás este ativo que possui uma série de benefícios cientificamente comprovados, principalmente quando falamos de saúde cerebral. A Apigenina pode ser encontrada em Farmácias com Manipulação de todo o país.

Mas lembre-se: Cultivar o hábito de ser empático tem impacto não só para quem é alvo da empatia. Quem pratica também percebe uma sensação de positividade e bem-estar.

editada

ESPECIAL DOS PAIS: para homens que gostam de se cuidar…

O público masculino vem adotando hábitos que visam beleza e bem-estar, afinal, cuidar da aparência é sinônimo de saúde.

Foi-se o tempo em que os cuidados se limitavam apenas a higiene pessoal, e o sabonete era a solução número 1 de beleza, utilizado para o corpo, rosto e em alguns casos, até mesmo os cabelos no lugar do shampoo.

Hoje em dia, eles estão mais vaidosos e estão se tornando mais ávidos por inovações cosméticas. Em resumo, o homem contemporâneo espera produtos personalizados que ofereçam benefícios reais, tanto para o rosto, corpo e cabelos.

 

A barba: veio para ficar.

O corpo masculino tem características únicas, e barba, é uma delas. Ela ajuda a proteger o rosto das agressões externas – como radiação solar e poluição.

O aumento das barbearias especializadas e a força de influenciadores aumentam as oportunidades no segmento. Os produtos para o tratamento e higiene da barba, cabelo e bigode estão em alta, e os lançamentos procuram conquistar o público masculino, oferecendo produtos de alto desempenho e ativos selecionados.

Principais cuidados com a barba:

Para que a barba não fique com aspecto desagradável, ela necessita de cuidados especiais e uma rotina de manutenção adequada. A barba deve ser lavada diariamente e os pelos aparados com frequência.

Por serem mais espessos e mais ressecados que os pelos do couro cabeludo, é importante manter a região sempre hidratada com produtos específicos. Os fios ficarão mais brilhantes, nutridos e fáceis de pentear.

Para quem não gosta de barba: É comum que os homens desenvolvam a pseudofoliculite, pequenas bolinhas vermelhas, que podem apresentar pus. Isso acontece porque os pelos raspados, quando crescem, não conseguem atravessar a pele. Para evitar o problema, é importante aplicar um produto pré-barba, a fim de amaciar os fios. Além disso, indica-se também espumas específicas e dermocosméticos pós-barba, também conhecidos como bálsamos, que acalmam a região.

 

O Rosto: já negligenciado no passado, e agora, o novo queridinho.

A pele masculina é mais áspera do que a pele feminina, pois tem a camada externa mais desenvolvida possuindo maior quantidade de queratina. Assim, os pelos se manifestam mais grossos e abundantes. Outra diferença é em relação a produção de sebo e suor. O homem possui mais glândulas sebáceas em relação a mulher, por isso, sua pele costuma ser mais oleosa, com poros dilatados e tendência à acne. A produção de suor também pode chegar ao dobro da taxa feminina.

Cremes para o rosto também é coisa de homem!

Os dermocosméticos surgem para atender as necessidades da pele masculina, e vem sendo inseridos na rotina do homem moderno. A limpeza, a tonificação, a hidratação e a proteção solar são passos importantes a serem seguidos.

Principais cuidados com a pele:

Entre os principais cuidados com a pele masculina, o uso do filtro solar é primordial, tanto para a proteção contra o câncer de pele quanto na prevenção do envelhecimento precoce.

A higienização com produtos específicos é essencial, já que auxilia no controle do brilho. Um esfoliante pode ser usado semanalmente para diminuir os quadros de foliculite causados pelo barbear.

 

+ Cosméticos naturais, orgânicos e veganos – entenda melhor esta tendência

 

O cabelo: em busca do penteado perfeito.

Um trabalho que vai além das barbearias e é levado para casa. Seguindo a tendência das barbas, shampoos, condicionadores, pomadas e até mascaras, estão entre os itens procurados para manter os cabelos bonitos e os penteados mais firmes.

Os cabelos dos homens são diferentes dos cabelos das mulheres e, por isso, exigem um cuidado especial. Os fios masculinos são mais espessos, mais fortes e o couro cabeludo é, geralmente, mais oleoso.

Principais cuidados com os cabelos:

Na maioria dos casos, a prioridade é controlar o excesso de oleosidade e prevenir a região de doenças como a dermatite seborreica.

Quando os cabelos estão danificadas é um sinal de que precisam de nutrição. Isso normalmente ocorre durante o verão com água do mar ou piscina, sendo imprescindível dar uma atenção especial à região. Aqueles que usam tinturas, fazem descoloração ou algum tipo de alisamento devem hidratar com frequência também.

 

O corpo: da nutrição à estética.

O público masculino está se alimentando melhor, buscando informações, e até mesmo a ajuda de profissionais como nutricionistas, endocrinologistas e fisiologistas do esporte.

Eles estão mais preocupados com o corpo, e não é só por uma questão de saúde, mas também de estética. A busca não se resume apenas a academias, ginásios e academias de crossfit, e se estende até mesmo às clínicas de estética, comprovando essa tendência.

Os nutracêuticos estão na moda. Produtos que aumentam o desempenho, o ganho de massa, e a recuperação muscular são os mais procurados. Correndo por fora, os dermocosméticos entram em cena, atendendo a demanda pelos mais preocupados com a beleza e a saúde da pele.

Principais cuidados com o corpo:

A prática de atividades físicas é benéfica ao corpo humano, mas a rotina de exercícios causa microlesões, fadiga muscular, e libera a ação de radicais livres.

A boa alimentação é primordial, porém, não é a única aliada a prática de atividades físicas. Produtos que cuidam do corpo e auxiliam na recuperação muscular, são importantes para manter o desempenho. Antioxidantes também auxiliam no combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento.

Escolher roupas e acessórios adequados para a pratica de cada atividade física é essencial para manter a pele saudável e evitar lesões. O atrito provocado pelo constante contato com as roupas ou a pressão causada pelos pesos nas mãos, podem ressecar ou lesionar a pele nas regiões atingidas. Portanto, além das roupas, se deve manter as regiões de atrito sempre hidratadas antes da rotina de exercícios físicos.

Após a prática da atividade física, é importante retirar as roupas imediatamente, para que a pele respire, e tomar um banho de água morna (nunca quente!). Isso evita a proliferação de bactérias provenientes da sudorese, que podem causar processos inflamatórios como a foliculite, principalmente nas regiões onde se concentram a maior quantidade de pelos. Uma boa higienização durante o banho com sabonetes adequados, ajuda a desobstruir os pores e remover a oleosidade, restaurando a estrutura natural da pele.

 

 

Deixando a vergonha e os antigos costumes de lado, o homem se cuida também. E não é só por estética, é saúde!

Para se cuidar, basta começar!

editada

Você sabia que mudanças na flora intestinal podem afetar seu cérebro?

Faz todo sentido compreender a função da flora intestinal e a sensacional comunicação entre o cérebro e intestino. Há uma forte conexão entre ambos e, juntos, são peças fundamentais no nosso humor e saúde mental. Especialistas afirmam que um intestino saudável nos conduz à longevidade!

O intestino tem cerca de 100 milhões de neurônios conectados à região cerebral, e diversos estudos apontam o órgão como um dos mais importantes redutos de produção da serotonina (cerca de 90%), neurotransmissor relacionado à sensação de bem-estar e felicidade. Com isso, se o intestino funciona bem, menores serão os riscos de ocorrência de depressão e ansiedade. O intestino possui um papel fundamental no funcionamento mental e emocional, enviando informações diretamente para o cérebro e influenciando nos sentimentos de stress, ansiedade e tristeza, assim como memória e aprendizado.

Estudos demonstram que o intestino é essencial para a imunidade. Aproximadamente 80% das células produtoras de anticorpos estão associadas à mucosa do intestino delgado.

Diante destas referências, os profissionais da saúde e consumidores começam a olhar de maneira diferente para a saúde intestinal. No nosso dia a dia, há diversas maneiras de manter a microbiota intestinal saudável, o que envolve especialmente bons hábitos e boa alimentação:

• Evitar cigarro e bebida alcoólica.
• Manter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e outros alimentos ricos em fibras e minerais.
• Beber bastante água.
• Praticar atividade física com frequência.
• Consumir suplementos prebióticos e probióticos.

 

O papel das bactérias intestinais

A maior parte das bactérias presentes no nosso intestino são fundamentais para nosso organismo, e nem sempre são nocivas. Essa população de microrganismos é chamada de microbiota. A maioria vive no sistema digestivo, onde existem 300 espécies de bactérias.

A microbiota tem papel decisivo na manutenção da saúde, auxiliando na digestão de alimentos e nos protegendo de infecções. A princípio, nossa relação com essas bactérias é pacífica e proveitosa para ambos os lados: elas conseguem obter nutrientes necessários para sobreviver e, em troca, regulam direitinho nosso organismo.

Nos dias de hoje, começamos a entender como a flora interfere na predisposição a várias doenças, e como ela é capaz de influenciar até no comportamento e nas emoções das pessoas.

Os antibióticos, embora sejam fundamentais para controlar infecções, podem estar ajudando a criar novos problemas. A perda da diversidade da microbiota no nosso corpo cobra um preço terrível e prejudica nosso futuro.

 

O intestino e a depressão

A depressão é amplamente atribuída a uma diminuição na serotonina. O que impressiona é que apenas 5% da serotonina do corpo é armazenada no cérebro, sendo que os outros 95% são armazenados no intestino. Não é surpresa que o intestino esteja mais ligado à depressão do que a gente imagina. Pesquisas continuam sendo realizadas em busca de respostas para este problema.

 

O intestino e a ansiedade

Pesquisadores descobriram que jovens adultos que consomem probióticos têm menos sintomas de ansiedade social. Para tanto, é provável que os probióticos sejam favoráveis às mudanças no trato gastrointestinal, que influenciam a ansiedade.

 

O intestino e a prática de esportes

Evidências revelam que um desequilíbrio no intestino pode afetar o desempenho no esporte. Isso acontece por conta de uma má absorção de vitaminas e minerais essenciais para atletas, como no caso da vitamina B6 e do zinco.

A vitamina B6 é fundamental para a construção e regeneração do tecido muscular, assim como o zinco, que auxilia no crescimento dos músculos, além de atuar como antioxidante no combate aos radicais livres, compostos que podem prejudicar a recuperação muscular.

 

Mas é possível prevenir e reverter o desequilíbrio na microbiota intestinal?

A resposta é sim. A flora pode ser modulada para que as bactérias do bem vivam e sejam benéficas. E isso é obtido, em parte, via alimentação, quando se investe nos probióticos e prebióticos.

Probióticos

Para reforçar a saúde da microbiota intestinal também é recomendável ingerir diariamente alimentos com probióticos – termo que tem origem grega, e significa “para a vida”. Probióticos são microrganismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, conferem efeitos benéficos ao hospedeiro.

O campo de estudos de intervenções na flora intestinal avançou nos últimos anos e já podemos atenuar doenças relacionadas alterando a nossa microbiota. Recorrer a bactérias das classes dos lactobacilos e bifidobactérias já é uma alternativa para abrandar a síndrome do intestino irritável, por exemplo.

Prebióticos

É muito importante para a saúde intestinal a ingestão dos probióticos. Entretanto, não podemos esquecer também de alimentar a flora intestinal. Essa é a função dos prebióticos, que são ricos em fibras solúveis. Tais componentes nutrem as bactérias, e elas, por sua vez, agradecem devolvendo vantagens ao nosso corpo.

 

Para existir saúde plena, o intestino tem que funcionar bem

Como se vê, a investigação do eixo intestino-microbiota-cérebro é bem atual e muito promissora. A saúde mental não fica só na cabeça e, finalmente, a ciência está nos dando provas concretas disso. As pesquisas são animadoras no sentido de revolucionar os tratamentos para uma série de fatores relacionados. Ali no intestino está o nosso segundo cérebro e, possivelmente, umas das chaves para o sucesso do nosso bem estar mental e emocional!

 

Prebiótico Olix 95

É possível retardar o envelhecimento?

É possível retardar o processo de envelhecimento??

Retardar o processo de envelhecimento é um sonho antigo da humanidade. Mas será que isso, um dia, será possível?

Pois alguns pesquisadores acreditam que sim. E o segredo pode estar em uma enzima importante que, quando ativada, inicia um processo que estabiliza a mitose das células, evitando que alterações no material genético celular ocorram durante o processo. Trata-se da AMPK.

Os cientistas definem a descoberta da AMPK como um grande avanço na forma como entendemos e combatemos o envelhecimento. Isso porque ao reativar a AMPK celular, nos aproximamos de forma tentadora de obter um controle significativo sobre os processos mortais de envelhecimento, que nos predispõem a tantos distúrbios degenerativos.

O interesse pelo assunto vem crescendo tanto nos últimos anos, que uma pesquisa realizada no PubMed, uma plataforma de busca de livre acesso à base de dados de citações e resumos de artigos de biomedicina, oferecida pela Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, mostra mais de 13 mil artigos publicados sobre vários aspectos da AMPK.

Em estudos recentes, esta molécula também se tornou uma espécie de protagonista durante a análise dos processos por trás da perda de peso e do ganho de energia e construção muscular: sua ativação é extremamente eficaz para aumentar o nosso metabolismo e estimular a queima de gordura.

O grande problema é que o nível de ativação da AMPK está intimamente relacionado à nossa idade, ou seja, a enzima é mais ativa quando somos jovens e sua atividade celular diminui à medida que envelhecemos, o que ajuda a explicar o acúmulo de gordura visceral e a perda de massa muscular com o passar dos anos.

 

Agora veja a diferença que a ativação dessa enzima pode fazer na sua saúde:

Então, como manter ativada a “chave-mestra” do nosso organismo?

De acordo com os pesquisadores, as opções existentes, são:
 Através do exercício físico
 Com uma dieta de restrição de calorias (pois as células sentem a necessidade de funcionar com mais eficiência quando percebem a ingestão diminuída de energia)
 Com a ajuda de extratos botânicos.

 

Aqui na Vepakum Farma nós temos o Dippia, extrato vegetal bioativo, potente ativador do AMPK, que auxilia no gerenciamento de peso e ajuda a reduzir a glicose sanguínea, o colesterol e o triglicérides. Conheça. Entre em contato conosco.

3-Dicas

3 dicas para potencializar os resultados da atividade física dos seus clientes

Chegamos no verão! Essa época do ano, com os dias quentes, o número de pessoas se exercitando em academias, pelas ruas, parques e avenidas aumenta consideravelmente.

A obesidade, sedentarismo, preparos para o verão e recomendações médicas, são motivos que levam a população a buscar a prática de exercícios em academias públicas ou privadas, gratuitas ou pagas.

De acordo com dados da ACAD – Associação Brasileira de Academias, os brasileiros estão cuidando mais do corpo, e esse cuidado já tem se estendido para os outros meses do ano.

Você sabia que o Brasil já é o segundo maior mercado de academia do mundo? Em número de estabelecimentos, temos quase 32.000 unidades — atrás apenas dos Estados Unidos —, o quarto em número de alunos (8 milhões) e o décimo em faturamento (2,4 bilhões de dólares), de acordo com a IHRSA, associação internacional do mundo ­“fitness”.

Por isso, separamos algumas dicas que ajudarão seus clientes a atingir os objetivos de forma saudável nesta época do ano. Confira:

1- Acompanhamento Profissional
É de extrema importância a presença do educador físico para a garantia da realização correta dos exercícios, acompanhamento dos resultados para a rotatividade correta de treinos, disciplina e frequência correta para uma melhor performance.
Além disso, é importante antes de começar os exercícios, fazer uma avaliação médica. Lembre-se de informar se está tomando medicação ou se passou por algum problema de saúde recente.

2- Nutricionista
O acompanhamento de um nutricionista ou nutrólogo para garantir bons resultados e um cuidado com a saúde, é de extrema importância. Cuide da alimentação e lembre da necessidade de mantê-lo hidratado. Indique aos seus clientes alimentos leves como frutas, saladas ou grelhados e destaque a importância de nunca exercitar em jejum. O desenvolvimento de uma dieta individualizada garante melhores resultados de acordo com as limitações e desempenho do corpo do paciente. O acompanhamento dos exames e resultados, garantem mais saúde e bem-estar ao paciente.

3- Antioxidantes
Você, farmacêutico, conhece a eficácia e as funções dos antioxidantes, dentre elas: contra radicais livres contribui para proteção da pele evitando o envelhecimento precoce; reduz a fadiga muscular e danos gerados pelos exercícios físicos e possibilita um avanço dos exercícios e resultados.

Por isso, a Vepakum traz uma grande novidade para o mercado magistral.

O Sepifit™ Protect  é um complexo antioxidante sinérgico (Provinols™ + Zinco + Vitamina E), ideal para praticantes de atividade física diárias que procuram por uma melhor performance corporal e uma contribuição para um benefício e cuidado com a pele.

Trabalha contra o aumento da peroxidação lipídica preservando a pele, protege os músculos da fadiga e dos danos causados pelas atividades físicas. Paralelamente, através de múltiplos mecanismos, promove o efeito antienvelhecimento e protege a pele contra os efeitos deletérios da radiação UV.

Para quem procura o melhor desempenho da pele e do corpo, a solução está mais fácil de conquistar. E agora, você pode proporcionar isso ao seu cliente.

Afinal, o que é AMPK?

Você sabe o que é AMPK?

Nos últimos anos, muito tem se falado sobre os benefícios da ativação do AMPK para a nossa saúde.

Mas, afinal de contas, o que é esse tal de AMPK?

É uma enzima encontrada em todas as células do nosso corpo, responsável por promover a juventude e determinar a composição da nossa gordura corporal e nossa longevidade.

O problema é que, conforme envelhecemos, a ativação dessa enzima diminui.

Com isso, uma série de alterações começam a ocorrer em nosso organismo, como o aumento da gordura da barriga, inflamação crônica, elevação da taxa de açúcar no sangue, resistência à insulina, colesterol e triglicerídeos mais altos, entre outras coisas.

A boa notícia é que já existem no mercado substâncias que são capazes de manter o AMPK ativado, reduzindo os fatores destrutivos do envelhecimento, protegendo as células contra distúrbios degenerativos e promovendo a queima da gordura armazenada, o que contribui para a perda de peso.

Além disso, a ativação do AMPK também ajuda a controlar as taxas de glicose, colesterol e triglicerídeos, diminuindo os riscos de doenças cardíacas.

Benefícios da ativação do AMPK

  • Aumento da longevidade
  • Melhoria da captação de glicose nas células
  • Redução da glicose no sangue
  • Inibição da síntese de gordura em excesso
  • Aumento da queima de gordura armazenada
  • Redução de triglicerídeos no sangue
  • Diminuição do acúmulo de gordura no fígado
  • Aumento do número de novas mitocôndrias saudáveis

 

Se você procura um ativo que seja um potente ativador do AMPK, então precisa conhecer o Dippia.

Publicado em:

setembro 12, 2019

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 3508.0300

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]