Nutricionistas: Quem são? onde vivem? E como se alimentam?

Nutricionistas: Quem são? onde vivem? E como se alimentam?

As facilidades do mundo moderno e globalizado fizeram com que mudássemos essencialmente os nossos hábitos alimentares. Uma vez que aplicativos de delivery trazem uma infinidade de opções para a palma de nossas mãos, aquele sanduiche com batata frita grande e milkshake fica há apenas um clic de distância. É simples matar a fome que estava te matando.

Considerando o tempo cada vez mais escasso para a preparação das nossas refeições, optamos cada vez mais por alimentos que demandem pouco tempo para preparo e cocção, consideramos os congelados como uma forma eficaz de alimentação “saudável”, e são por vezes, os nossos melhores amigos. Afinal, ou é a marmitinha congelada recheada de conservantes e ultraprocessados com alto teor de sódio, açúcar, calorias, aditivos químicos e outros, ou a boa e velha Pizza Marguerita. Tendemos a nos sentir mais confortáveis com a ideia de que estamos nos alimentando de forma saudável ao optar pelas diversas opções congeladas de frango com batata doce.

Mas quando a nossa saúde reclama ou todas as nossas roupas encolhem ao redor dos quilinhos a mais gerados pelo excesso de falta de tempo para nós mesmos, recorremos ao profissional especialista em nos fazer enxergar como uma alimentação balanceada esta envolvida em todos os aspectos do nosso dia-a-dia como a melhora da cognição, ganho de energia para realização de atividades físicas a até mesmo uma boa noite de sono.

Segundo o CFN (Conselho Federal de Nutricionistas), Nutricionistas são definidos como:

“O nutricionista é um profissional com formação generalista, humanista e crítica, capacitado a atuar visando à segurança alimentar e à atenção dietética, em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação e nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde e prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, pautado em princípios éticos, com reflexões sobre a realidade econômica, política, social e cultural”.

No mês em que se comemora o dia do Nutricionista a ideia de se conscientizar a respeito do que se come diariamente é fundamental, e este profissional é de extrema importância neste processo, pois é responsável por planejar programas de alimentação adequados e individualizadas que auxiliam na melhora da qualidade de vida e saúde dos seus pacientes. O papel deste profissional vai muito além de prescrições de dietas para emagrecimento e diminuição de medidas, sua função é promover a saúde através de uma dieta específica e personalizada. Afinal, se nossos corpos são diferentes, e porque não suas necessidades também?

Em outras palavras o nutricionista é o intérprete de toda informação relacionada a nutrição que recebemos, voltado para uma alimentação de qualidade, de acordo com idade, metabolismo, disponibilidade para prática de exercícios físicos, intolerâncias e alergias (como intolerantes a lactose ou glúten).

 

O Nutricionista e a suplementação

Como comentamos no início, por diversos motivos, nem sempre conseguimos ter como hábito realizar uma alimentação balanceada e baseada somente em alimentos saudáveis. Portanto, para dar aquela forcinha, é necessária a avaliação e orientação de um Nutricionista para a possível utilização de suplementos alimentares para composição de uma dieta equilibrada.

Atualmente e principalmente devido à mudança do estilo de vida das pessoas, visando saúde e longevidade, houve um aumento considerável no mercado de suplementos alimentares. No Brasil, estima-se que em 2018 este mercado tenha crescido em torno de 12%.

 

Ativos Nutracêuticos no Mercado Magistral

As fórmulas magistrais, ou seja, aquelas que são adquiridas em farmácias de manipulação, permitem ao Nutricionista realizar prescrições e combinações de ativos nutracêuticos, possibilitando formulações individualizadas de acordo com a necessidade de cada paciente. É uma área em grande expansão e que pode ser explorada pelo Nutricionista, visando não somente a promoção da saúde, mas também auxiliando em tratamentos estéticos.

Por isso, se você almeja uma vida saudável, procure um Nutricionista. Este profissional será capaz de avaliar suas necessidades e orientá-lo visando a sua qualidade de vida, longevidade, e claro, promovendo a sua saúde.

Mas lembre-se, comer é bom, e comer bem é melhor ainda!

 

Já dizia o pai da Medicina, Hipócrates: faz do alimento teu remédio e do teu remédio tua alimentação! Quanto mais colorida for sua a refeição, mais apetitosa e saudável ela será!!

12 benefícios da água de coco

12 benefícios da água de coco

pesar de ser uma bebida tradicional do Brasil, a água de coco tem visto seu consumo aumentar no mundo todo e virar um queridinho fitness. Com em média apenas 40Kcal em 200ml e contendo mais potássio do que quatro bananas, a água de coco é fortemente recomendada, entre outras coisas, para a saúde da pele e a hidratação do corpo. Além de ser saborosa, o líquido tem pouquíssimas calorias, baixo teor de sódio e contém carboidratos fáceis de ser digeridos em forma de açúcar e eletrólitos. Além disso, ela é perfeita para atletas, pois é altamente hidratante.

Entenda para que serve e quais os benefícios da água de coco para saúde e boa forma.

 

Corpo hidratado

Para manter a pele jovem e o metabolismo ativo é preciso ingerir muita água e o líquido que vem dentro do coco é 95% água. Além disso, durante a atividade física, o corpo perde muitos minerais pelo suor que precisam ser repostos. Mais do que bebidas energéticas, a água de coco repõe esses minerais rapidamente: são 294 mg de potássio com apenas 25 mg de sódio e 5mg de açúcar natural em um copo. A água de coco também é ideal para casos de desidratação, pois ainda provê aminoácidos, enzimas e ácidos gordos sem encher a pessoa de sódio como alguns soros.

 

Menos cansaço e estresse

Os eletrólitos presentes na água de coco, como o magnésio e potássio, também são responsáveis por reduzir o cansaço, diminuir o estresse e manter os músculos relaxados. O magnésio atua diretamente no sistema nervoso parassimpático, que ajuda as pessoas a relaxarem, além de ajudar a produzir a seretonina – hormônio que cria a sensação de bem-estar.

 

Auxilia na perda de peso

A água de coco é uma incrível alternativa para outras bebidas que iriam encher seu organismo de calorias e açucares. Ela tem poucas calorias, é rica em nutrientes e suprime o apetite pois contem alto teor de fibras. Ou seja, você pode beber água de coco a vontade sem medo de ganhar uns quilinhos a mais.

 

Propriedades antienvelhecimento e atua na prevenção do câncer

Pesquisas recentes apontam que citocininas da água de coco como a cinetina e a trans-zeatina tem propriedades antienvelhecimento e previnem contra câncer e trombose. Além disso, a água de coco é rica em antioxidantes em geral, que evitam os malefícios dos radicais livres e evita o envelhecimento precoce da pele e a criação de células cancerígenas.

Além das propriedades dessas substâncias, a água de coco mantém a pele hidratada e limpa, pois ela ajuda a eliminar a oleosidade excessiva do corpo.

 

Facilita digestão

Por ser rica em fibras, a água de coco ajuda a regular o processo de digestão e diminui a chance de refluxos. Além disso, uma dieta rica em fibras retarda a absorção dos carboidratos, ajudando na dieta, e mantém a sensação de saciedade por mais tempo.

 

Benefícios para o coração

Um estudo de 2005 descobriu que após consumir água de coco por duas semanas, a pressão arterial sistólica das pessoas diminuiu 71% a mais do que as que beberam apenas água e a pressão arterial diastólica, diminuiu 29% a mais. Isso acontece principalmente pela alta quantidade de potássio presente na bebida.

Além disso, uma quantidade muito alta de eletrólitos pode aumentar a pressão sanguínea – um perigo nas bebidas energéticas. A água de coco oferece uma quantidade adequada desses eletrólitos, ajudando a equilibrar a presença deles no organismo.

 

Cérebro e sistema nervoso saudáveis

A água de coco é riquíssima em potássio, que é essencial para o cérebro e o sistema nervoso funcionar bem. Um copo de água de coco irá oferecer 13% do potássio necessário durante todo o dia.

 

Ajuda na prevenção de asma, diabetes e osteoporose

Entre os nutrientes que a água de coco oferece, está o magnésio, que possui propriedades que evitam doenças como asma, diabetes e osteoporose. Estudos apontam que apenas 32% das pessoas consomem a quantidade de magnésio necessária para se manter saudável e um copo de água de coco provê 14% do que o corpo precisa no dia.

 

Desintoxicação

Para se desintoxicar, o corpo precisa de muita água e dos nutrientes certos. Se o corpo não consegue fazer essa limpeza, as toxinas podem causar problemas sérios no fígado e no rim, entre outros problemas, como problemas de pele. Além de ser uma incrível fonte água (95%, como dito acima), a água de coco tem um perfil de eletrólitos muito parecido com o sangue humano, então ela repõe rapidamente os fluidos do corpo e ajuda a remover as toxinas.

 

Acelera o metabolismo

Entre os benefícios da água de coco está a aceleração do metabolismo. Isso acontece por causa da presença de enzimas bioativas, tais como fosfatase ácida, catálase, desidrogenase, diastase, peroxidase, ARN-polimerases, etc. Um metabolismo rápido quer dizer que o corpo queima calorias mais rapidamente, impedindo que elas se acumulem e virem gordura.

 

Colesterol equilibrado

A água do fruto ajuda a aumentar o bom colesterol (HDL). Uma pesquisa descobriu que ratos que bebem água de coco tem menos chance de ter um ataque cardíaco. Isso acontece principalmente porque a água de coco diminuiu o colesterol ruim. Além disso, quando os ratos sofriam um ataque do coração, a bebida ajudou na recuperação mais rápida graças ao potássio, cálcio e magnésio presentes.

 

Rins saudáveis

Por ser um diurético natural, evitar infecções urinárias e pedras nos rins está entre os benefícios da água de coco. Pesquisadores filipinos descobriram que beber água de coco pelo menos três vezes por semana diminui o tamanho das pedras nos rins e a necessidade de cirurgia.

 

editada

6 receitas fit para a sua Ceia de Natal

Quer continuar sua dieta e não ganhar os quilinhos a mais neste final de ano? Afinal de contas, temos que compensar toda a comilança desse mês. Confraternizações, amigo secreto, happy hour, festa da empresa, ceia de Natal, Reveillon… Dezembro é um mês cheio de comemorações por essência e fica muito difícil focar na dieta e resistir às tentações natalinas.

Pensando nisso, reunimos algumas receitas fit para te ajudar aproveitar a Ceia de Natal sem ganhar os quilos que você tanto suou para perder.

Vamos lá!!! Avental, colher na mão, ingredientes a postos… prepare uma ceia verdadeiramente fit, nutritiva e saudável.

 

Salada Wardorf

Ingredientes:

• 3 maçãs verdes com casca cortada em cubos
• 2 colheres (sopa) de suco de limão
• 1 lata de creme de Leite light
• 1 xícara (chá) de salsão bem picado
• ½ xícara (chá) de nozes picadas
• ½ xícara (chá) de uva passa preta sem semente
• 1 maço de alface
• 1 pitada de sal

Modo de Preparo:

Em uma tigela, misture as maçãs com o suco de limão, o creme de leite e tempere com sal. Junte o salsão, as nozes e as passas e sirva a seguir sobre as folhas verdes. Dicas: Reserve um pouco das nozes e das uvas passas para decorar a salada, polvilhando-as por cima. Para evitar que as maçãs escureçam, deixe-as cobertas com água e gotas de suco de limão.

 

Chester com Maçãs Recheadas

Ingredientes:

• 1 chester
• ½ garrafa de vinho
• Suco de 6 laranjas
• 1 colher de margarina light ou manteiga
• ½ xícara (chá) de salsa picada
• 6 maçãs Red
• 150 gramas de uvas passas
• 100 gramas de nozes picadas
• ½ copo de vinho

Modo de Preparo:

Tempere o chester com o vinho e a laranja, de véspera. Misture a margarina à salsa picada e besunte a ave. Coloque numa assadeira com metade do líquido. Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por aproximadamente 2 horas, regando-a sempre com o caldo de laranja e vinho em que passou a noite.

Para o recheio das maçãs, coloque as uvas passas no vinho e deixe de molho por meia hora. Faça uma cavidade no centro das maçãs e retire um pouco da polpa. Recheie as maçãs com as passas e leve ao forno para assar, na última meia hora do chester, já com o papel alumínio retirado, para que a ave possa dourar. Decore-as maçãs com nozes. Para decorar o prato, coloque o chester sobre folhas de alface e distribua as maçãs recheadas, intercalando com uvas Itália e rubi.

 

Arroz Integral com Amêndoas

Ingredientes:

• 1 colher de azeite extra-virgem
• 2 cebolas pequenas picadas
• 3 xícaras de arroz integral
• 6 xícaras de água
• 1 e 1/2 xícara de amêndoas sem pele picadas
• 3/4 de xícara de salsinha picada

Modo de Preparo:

Numa panela grande, coloque o azeite em fogo alto. Acrescente a cebola até refogá-la. Adicione o arroz e refogue mexendo sempre durante 1 minuto. Junte a água e as amêndoas. Cozinhe em fogo alto até ferver. Abaixe o fogo e tampe. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando, até o arroz ficar macio (acrescente água somente se necessário). Junte a salsinha e sirva. Dica: Se desejar pode acrescentar pedaços de peito de frango desfiado.

 

Farofa Integral

Ingredientes:

• 1 colher de sopa de azeite
• 1 colher de sopa de cebola picada
• 1 dente de alho picado
• 6 Fatias de Pão Integral Torrado e Moído (Cerca de 150g) – Ou biscoito integral triturado
• 100g de Falso Bacon (Peito de Peru frito na Air Fryer)
• Sal, ervas, pimenta e cheiro verde a gosto

Modo de Preparo:

Refogue a cebola e o alho no azeite. Depois, acrescente o “falso bacon”. Em seguida, pingue 50ml de água e acrescente o pão triturado. Mecha bem. Ao final, tempere e acrescente o cheiro verde, o sal e outros temperos a gosto

 

Rabanada Diet

Ingredientes:

• I xícara de chá de leite desnatado ou de Soja Light
• 1 xícara de chá de suco de uva aurora
• 1 colher de sopa de adoçante em pó Stevia para forno e fogão
• 1 ovo
• 1 clara
• 4 Fatias de pão sem glúten e sem açúcar amanhecidos e cortados ao meio
• 1 colher de sopa de leite em pó desnatado
• 1 colher de chá de adoçante em pó Stévia
• 1 colher de chá de canela em pó

Modo de Preparo:

Em um prato fundo, misture o leite, o suco de uva e o adoçante. Em outro prato, coloque o ovo e a clara. Bata com um garfo. Passe as fatias de pão no leite e, depois, no ovo. Coloque em uma frigideira anti-aderente e deixe dourar dos dois lados ou coloque em tabuleiro untado no forno para evitar as frituras. À parte, misture o leite em pó, o adoçante e a canela para polvilhar as rabanadas. Sirva quente.

Dica: Faça a receita tradicional no forno. Não leva gordura nenhuma e nem açúcar – polvilhada com adoçante, canela e leite em pó)!

 

Drink Natalino

Ingredientes:

• 300ml de água de coco
• 3 cerejas sem caroço cortadas ao meio
• 1/2 pêssego sem casca fatiado
• 100ml de água com gás

Modo de Preparo:

Leve as cerejas e o pêssego ao congelador e a água de coco à geladeira por no mínimo 4 horas. Em uma taça coloque a água de coco gelada e as frutas congeladas. Finalize com a água com gás. Decore com folhas de hortelã e sirva em seguida.

 

 

editada

O que mudar na alimentação para secar a barriga? Veja dicas

A barriga chapada e medidas perfeitas é um desejo comum entre as mulheres e os homens. Para conquistar um abdômen lisinho, é essencial manter uma dieta adequada, incluindo frutas, vegetais e alimentos que melhoram a microbiota intestinal, e praticar atividades físicas com frequência, inclusive investindo em exercícios que trabalhem a musculatura da região.

A “barriga tanquinho” depende 80% da alimentação. Aliás, uma dieta adequada é a base do bom funcionamento de todo o organismo. Existem alguns alimentos específicos que podem contribuir para que a barriga fique lisinha e outros que podem fazer com que ele fique maior – e aí entram gordura localizada, inchaço e até estufamento.

Saiba agora o que pode contribuir para uma barriga chapada e quais alimentos ajudam ou atrapalham na busca pelo abdômen perfeito.

 

Microbiota intestinal saudável

Ter um bom funcionamento intestinal diminui as chances de prisão de ventre e formação de gases que causam inchaço no abdômen. A absorção de vitaminas e minerais é favorecida e não ocorre deficiência de nenhum micronutriente. Além disso, a microbiota saudável diminui o risco de retenção de líquidos, de aumento da compulsão por doces, de insônia, entre outros problemas que favorecem o ganho de peso.

Alguns alimentos e bebidas podem contribuir para a microbiota saudável. Recomenda-se beber muita água e o consumir probióticos e produtos que os contém. Alimentos ricos em fibras solúveis, como a maçã, o maracujá e a aveia, também são boas opções porque melhoram o trânsito intestinal e a absorção de nutrientes que ajudam a diminuir a gordura abdominal.

 

Beba água

A água ajuda a eliminar as toxinas e o excesso de sal, que pode ser responsável pela sensação de inchaço. Por isso, ao longo do dia, lembre-se de tomar mais água: para ficar mais fácil, mantenha uma garrafa sempre por perto. Para queimar gordura, eliminar toxinas, o intestino funcionar corretamente e evitar retenção de líquidos precisamos beber água.

 

Frutas com fibras e antioxidantes

O consumo de frutas de maneira geral ajuda desinchar a barriga devido à alta presença de fibras que, além de melhorar a microbiota intestinal, também diminuem a absorção de gordura e proporcionam saciedade. O maracujá, a maçã e a ameixa se destacam pelas boas quantidades de fibras solúveis.

A ação antioxidante das frutas também é boa para a perda de gordura abdominal. O kiwi, o morango, a laranja, a acerola, a goiaba e a tangerina são ricos em vitamina C e por isso possuem forte ação antioxidante. As frutas vermelhas e roxas, como a amora e a uva roxa e a framboesa, também se destacam pela ação antioxidante.

 

Vegetais e verduras que aceleram o metabolismo

O consumo destes alimentos é importante para a perda da gordura abdominal. As verduras são boas porque melhoram o metabolismo. A couve, a salsa e o agrião ainda possuem propriedade diuréticas que ajudam a reduzir a retenção de líquidos que se acumula na barriga.

No caso dos vegetais é interessante optar por aquelas ricos em magnésio. Boas opções são a beterraba, acelga, quiabo e alcachofra. A berinjela também é uma ótima opção por ser rica em fibras solúveis.

 

As sementes e a saciedade

As sementes de linhaça e de chia são aliadas no emagrecimento e consequentemente na perda de gordura abdominal. O principal motivo para isso é por elas serem ricas em fibras solúveis que irão proporcionar saciedade e consequentemente o emagrecimento.

Além disso, estas sementes são ricas em ômega 3. Este ácido graxo possui ação anti-inflamatória que pode agir na inflamação causada pela gordura.

A melhor maneira de consumir a chia e a linhaça é triturando-as. Assim, é possível obter o ômega 3 presente nessas sementes. A orientação é triturar toda a quantidade do saquinho com uma das sementes, colocar o pó em uma vasilha de plástico fosca e com tampa e armazená-la no freezer. Assim, o alimento fica protegido da luz, do oxigênio e da temperatura, evitando que ocorra a oxidação. Este procedimento é muito importante e se não for feito a gordura do alimento triturado irá oxidar, o que é prejudicial para a saúde.

 

Os chás e seus benefícios

Alguns chás possuem propriedades que contribuem para que a barriga fique lisinha. Porém, antes de consumi-los é melhor passar por uma avaliação com um profissional de saúde para que ele indique qual poderá ser consumido de acordo com cada caso e também o quanto ingerir.

O chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e quadril, acredita-se que isto ocorre devido a ação antioxidante dos flavonóides, antocianina e quercetina. O chá verde possui efeito termogênico e por isso auxilia na perda de peso. Já o chá de cavalinha é utilizado porque ajuda a diminuir a retenção de líquidos e o chá de menta auxilia na digestão e diminui a formação de gases.

 

Alimentos que causam gases

Para conquistar a barriga chapada evite o consumo de alimentos que causam gases. Isto porque o problema irá levar a um leve aumento da circunferência abdominal. Alguns alimentos que podem causar gases são: bebidas gaseificadas como os refrigerantes e água com gás, frituras, pão, queijo, embutidos, enlatado de carne vermelha e certas leguminosas, como feijão.

 

Alimentos que causam retenção de líquidos

Diminuir o consumo de alimentos que causam a retenção de líquidos é importante, pois o problema pode levar ao aumento da região abdominal. Por isso, quem busca uma barriga chapada deve diminuir o consumo de sódio. Os alimentos que possuem boas quantidades da substância são: embutidos, sal em excesso e alimentos processados.

Os embutidos e industrializados ainda contam com conservantes e corantes que criam um processo inflamatório, com a célula inflamada tudo passa a funcionar mal, até a perda de gordura.

 

Comer menos e mais devagar…

Ao comer depressa, você mantém o ar preso no organismo. Por isso, ao longo do dia, tente mastigar os alimentos de forma mais lenta, para desta forma diminuir o inchaço. Tome cuidado com a quantidade de alimentos que você consome. O motivo para você se sentir muito satisfeito e inchado pode ser o tamanho das porções que anda colocando no prato.

 

Cuidado com a ingestão de bebidas alcoólicas

Seja uma taça de vinho ou um coquetel, as bebidas alcoólicas podem acarretar a sensação de inchaço por uma série de motivos. O álcool dificulta a digestão e todo o açúcar contido em drinques torna o organismo preguiçoso. Além disso, beber conduz a péssimas escolhas alimentares, especialmente quando a hora do jantar se aproxima. Deixe as tentações de lado e, se quiser uma barriga lisinha, dispense aquele happy hour a todo momento ou fique na água com gás e limão.

 

 

Nutricionista

7 motivos para se consultar com um nutricionista

A preocupação dos brasileiros com a qualidade de vida está aumentando cada vez mais. Percebemos isso no nosso cotidiano: os supermercados começaram a reservar uma área dedicada a pessoas que buscam uma dieta saudável ou restritiva, os restaurantes já trabalham com opções descritas como “light” ou “fit” em seus menus, e até mesmo hamburguerias e pizzarias, que até então eram consideradas opções nada saudáveis, já contam com itens integrais, light, vegetarianos dentre outros dispostos no cardápio.

Para ficar sempre em dia com a dieta, o nutricionista tem uma posição fundamental. Como o profissional que estuda os alimentos e entende de suas características e funcionalidades, ele auxilia na composição das receitas e na elaboração da dieta seja qual for o objetivo.

Os benefícios para a saúde não estão restritos apenas aos cardápios. Com a ajuda de um nutricionista você pode amenizar problemas e manter a saúde e o bem-estar, além de prevenir e tratar doenças. Ele pode acompanhar e atuar nas dietas para praticantes de esportes e atividades físicas, no estado nutricional adequado para gestantes e na atenção direta aos hipertensos, diabéticos e outras pessoas com dietas restritivas, fazendo sempre avaliações nutricionais, exames clínicos e orientações. Idosos também devem aproveitar dos benefícios de se consultar um nutricionista. Como as alterações fisiológicas interferem na nutrição, podendo causar falta de apetite, dificuldade de digestão e até mesmo diminuição da absorção de nutrientes, um auxílio nessa fase é fundamental.

Confira agora 7 motivos para se consultar com um nutricionista:

 

1. Foco na saúde

O nutricionista atua diretamente com a medicina preventiva através da alimentação. Procurar a orientação de um nutricionista faz com que a expectativa de vida aumente. Uma refeição balanceada, rica em nutrientes, é capaz de diminuir o risco de várias doenças, tais como: infartos, doenças crônicas, como a diabetes e hipertensão.

 

2. Gerenciamento do peso

O tratamento com um nutricionista pode eliminar a gordurinha extra e nos ensina a comer direito. Os maus hábitos alimentares geram milhões de pessoas com excesso de peso e são a maior ameaça a saúde pública mundial. A obesidade é considerada a doença do milênio, constituindo a principal casa de mortes evitáveis no mundo. O nutricionista é o profissional capacitado para fazer uma avaliação individualizada e recomendar a dieta ideal para cada caso, além de colaborar para sanar o problema da obesidade.

 

3. Prática de exercícios físicos

Nas atividades físicas, nosso corpo obtém mais resultados positivos quando nossa alimentação e suplementação é mais equilibrada em macronutrientes e micronutrientes. Neste caso conseguimos atingir um melhor desempenho e condicionamento físico quando recebemos orientação nutricional. Cada modalidade esportiva requer um programa individualizado, com o objetivo de suprir as necessidades calóricas e de nutrientes, visando sempre desempenho físico e manutenção da saúde.

 

4. Dietas Restritivas

Pessoas com dietas restritivas, seja por opção (vegetarianos e veganos) ou por conter algum tipo de intolerância/alergia, como por exemplo, os celíacos e os intolerantes a lactose, também podem contar com a ajuda de um profissional da nutrição. Para essas pessoas, se alimentar se torna uma tarefa um pouco mais difícil, por conta da restrição à certos alimentos. Um nutricionista então, pode auxiliar com uma dieta balanceada para que não haja déficit de nutrientes, e trazer um cardápio variado, aumentando o leque de opções.

 

5. Aumento da disposição

Está se sentindo cansado para realizar as atividades do dia a dia? Basta analisar o que você está comendo. Uma simples garfada pode carregar a resposta para o desânimo, assim como uma quantidade certa de carboidratos, podem não oferecer riscos para sua dieta. Através do equilíbrio da alimentação, podemos ser uma pessoa mais produtiva no trabalho, com mais disposição para executar as tarefas cotidianas. A autoestima também melhora a partir do alcance do peso desejado.

 

6. Gravidez saudável

Uma gravidez segura inclui visitas a um nutricionista. Algumas fases da vida necessitam de orientação específica, como na gestação. O estado nutricional materno pode interferir no crescimento e desenvolvimento do feto. A adequação de nutrientes e o ganho de peso adequado são fundamentais para uma evolução positiva da gestação, evitando o surgimento de doenças, como a obesidade, a diabetes gestacional e até problemas como a má formação do feto.

 

7. Saúde na terceira idade

Idosos podem aproveitar ainda mais os benefícios de uma boa nutrição para melhorar a qualidade de vida. A terceira idade apresenta um quadro nutricional particular, e isso varia de acordo com a necessidade de cada um, que envolve não apenas hábitos, mas também peculiaridades orgânicas decorrentes do envelhecimento. O organismo pode apresentar, por exemplo, grande necessidade de ferro ou de cálcio.

 

 

Nos dias de hoje o nutricionista é visto como um profissional de saúde completo e que deve ser incluído no cotidiano da população em geral. Está comprovado que manter uma alimentação equilibrada é um fator que traz qualidade de vida e longevidade.

editada

ESPECIAL DOS PAIS: para homens que gostam de se cuidar…

O público masculino vem adotando hábitos que visam beleza e bem-estar, afinal, cuidar da aparência é sinônimo de saúde.

Foi-se o tempo em que os cuidados se limitavam apenas a higiene pessoal, e o sabonete era a solução número 1 de beleza, utilizado para o corpo, rosto e em alguns casos, até mesmo os cabelos no lugar do shampoo.

Hoje em dia, eles estão mais vaidosos e estão se tornando mais ávidos por inovações cosméticas. Em resumo, o homem contemporâneo espera produtos personalizados que ofereçam benefícios reais, tanto para o rosto, corpo e cabelos.

 

A barba: veio para ficar.

O corpo masculino tem características únicas, e barba, é uma delas. Ela ajuda a proteger o rosto das agressões externas – como radiação solar e poluição.

O aumento das barbearias especializadas e a força de influenciadores aumentam as oportunidades no segmento. Os produtos para o tratamento e higiene da barba, cabelo e bigode estão em alta, e os lançamentos procuram conquistar o público masculino, oferecendo produtos de alto desempenho e ativos selecionados.

Principais cuidados com a barba:

Para que a barba não fique com aspecto desagradável, ela necessita de cuidados especiais e uma rotina de manutenção adequada. A barba deve ser lavada diariamente e os pelos aparados com frequência.

Por serem mais espessos e mais ressecados que os pelos do couro cabeludo, é importante manter a região sempre hidratada com produtos específicos. Os fios ficarão mais brilhantes, nutridos e fáceis de pentear.

Para quem não gosta de barba: É comum que os homens desenvolvam a pseudofoliculite, pequenas bolinhas vermelhas, que podem apresentar pus. Isso acontece porque os pelos raspados, quando crescem, não conseguem atravessar a pele. Para evitar o problema, é importante aplicar um produto pré-barba, a fim de amaciar os fios. Além disso, indica-se também espumas específicas e dermocosméticos pós-barba, também conhecidos como bálsamos, que acalmam a região.

 

O Rosto: já negligenciado no passado, e agora, o novo queridinho.

A pele masculina é mais áspera do que a pele feminina, pois tem a camada externa mais desenvolvida possuindo maior quantidade de queratina. Assim, os pelos se manifestam mais grossos e abundantes. Outra diferença é em relação a produção de sebo e suor. O homem possui mais glândulas sebáceas em relação a mulher, por isso, sua pele costuma ser mais oleosa, com poros dilatados e tendência à acne. A produção de suor também pode chegar ao dobro da taxa feminina.

Cremes para o rosto também é coisa de homem!

Os dermocosméticos surgem para atender as necessidades da pele masculina, e vem sendo inseridos na rotina do homem moderno. A limpeza, a tonificação, a hidratação e a proteção solar são passos importantes a serem seguidos.

Principais cuidados com a pele:

Entre os principais cuidados com a pele masculina, o uso do filtro solar é primordial, tanto para a proteção contra o câncer de pele quanto na prevenção do envelhecimento precoce.

A higienização com produtos específicos é essencial, já que auxilia no controle do brilho. Um esfoliante pode ser usado semanalmente para diminuir os quadros de foliculite causados pelo barbear.

 

+ Cosméticos naturais, orgânicos e veganos – entenda melhor esta tendência

 

O cabelo: em busca do penteado perfeito.

Um trabalho que vai além das barbearias e é levado para casa. Seguindo a tendência das barbas, shampoos, condicionadores, pomadas e até mascaras, estão entre os itens procurados para manter os cabelos bonitos e os penteados mais firmes.

Os cabelos dos homens são diferentes dos cabelos das mulheres e, por isso, exigem um cuidado especial. Os fios masculinos são mais espessos, mais fortes e o couro cabeludo é, geralmente, mais oleoso.

Principais cuidados com os cabelos:

Na maioria dos casos, a prioridade é controlar o excesso de oleosidade e prevenir a região de doenças como a dermatite seborreica.

Quando os cabelos estão danificadas é um sinal de que precisam de nutrição. Isso normalmente ocorre durante o verão com água do mar ou piscina, sendo imprescindível dar uma atenção especial à região. Aqueles que usam tinturas, fazem descoloração ou algum tipo de alisamento devem hidratar com frequência também.

 

O corpo: da nutrição à estética.

O público masculino está se alimentando melhor, buscando informações, e até mesmo a ajuda de profissionais como nutricionistas, endocrinologistas e fisiologistas do esporte.

Eles estão mais preocupados com o corpo, e não é só por uma questão de saúde, mas também de estética. A busca não se resume apenas a academias, ginásios e academias de crossfit, e se estende até mesmo às clínicas de estética, comprovando essa tendência.

Os nutracêuticos estão na moda. Produtos que aumentam o desempenho, o ganho de massa, e a recuperação muscular são os mais procurados. Correndo por fora, os dermocosméticos entram em cena, atendendo a demanda pelos mais preocupados com a beleza e a saúde da pele.

Principais cuidados com o corpo:

A prática de atividades físicas é benéfica ao corpo humano, mas a rotina de exercícios causa microlesões, fadiga muscular, e libera a ação de radicais livres.

A boa alimentação é primordial, porém, não é a única aliada a prática de atividades físicas. Produtos que cuidam do corpo e auxiliam na recuperação muscular, são importantes para manter o desempenho. Antioxidantes também auxiliam no combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento.

Escolher roupas e acessórios adequados para a pratica de cada atividade física é essencial para manter a pele saudável e evitar lesões. O atrito provocado pelo constante contato com as roupas ou a pressão causada pelos pesos nas mãos, podem ressecar ou lesionar a pele nas regiões atingidas. Portanto, além das roupas, se deve manter as regiões de atrito sempre hidratadas antes da rotina de exercícios físicos.

Após a prática da atividade física, é importante retirar as roupas imediatamente, para que a pele respire, e tomar um banho de água morna (nunca quente!). Isso evita a proliferação de bactérias provenientes da sudorese, que podem causar processos inflamatórios como a foliculite, principalmente nas regiões onde se concentram a maior quantidade de pelos. Uma boa higienização durante o banho com sabonetes adequados, ajuda a desobstruir os pores e remover a oleosidade, restaurando a estrutura natural da pele.

 

 

Deixando a vergonha e os antigos costumes de lado, o homem se cuida também. E não é só por estética, é saúde!

Para se cuidar, basta começar!

Alimentação variada é fundamental para manter o bom funcionamento do instestino

Cinco motivos para cuidar bem do seu intestino

Você sabia que mais de 80% da serotonina, substância responsável pela nossa sensação de bem-estar, é produzida pelos intestinos?

Não por acaso, muitos especialistas costumam dizer que o órgão é nosso segundo cérebro e que se ele funciona bem, nossa qualidade de vida aumenta consideravelmente.

Diante disso, separamos cinco motivos para você cuidar bem do seu intestino. Confira:

  • Nosso cérebro está em constante comunicação com o intestino. Esse é um dos motivos que faz com que aconteçam alterações intestinais sempre que passamos por alguma situação de ansiedade;
  • É o intestino que recebe os nutrientes necessários para garantir nossa nutrição. Ele também é responsável por metabolizar essas substâncias, transformá-las em algo útil ao nosso organismo e produzir energia para o funcionamento do nosso corpo;
  • Nosso intestino tem participação ativa e importante nas funções endócrinas (hormonais) e imunológicas, eliminando tudo aquilo que o nosso corpo não precisa;
  • É ele que nos ajuda a manter a quantidade de sangue que circula em nosso corpo. Por isso desidratamos quando temos diarreia e vômitos;
  • Acredita-se que aproximadamente 70% das células imunes estão presentes na mucosa intestinal. Por isso, um intestino saudável, com a presença de bactérias boas, dificulta a proliferação e crescimento de micro-organismos que causam doenças.

Para manter nosso intestino saudável, é fundamental que tenhamos uma alimentação variada, com diferentes fontes de nutrientes, ingestão de água satisfatória (1,5 a 2 litros por dia) e exercícios físicos regulares.

Além disso, os especialistas indicam que nossa dieta inclua uma quantidade diária de 25 a 30 gramas de fibras e que sejam evitados os alimentos industrializados, os embutidos e as conservas.

Uma alimentação irregular pode facilitar a ocorrência de problemas como distensão abdominal, dor, flatulência, constipação ou diarreia. Nesse caso, suplementos probióticos e prebióticos podem ajudar a reduzir o mal-estar e restabelecer o equilíbrio da flora intestinal.

____

Se você é prescritor ou farmacêutico, conheça o Olix 95, um prebiótico seletivo que exerce boa influência sobre a saúde da microbiota intestinal, estimulando o desenvolvimento das bactérias benéficas que inibem o desenvolvimento de bactérias patogênicas e suas toxinas.

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 3508.0300

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]