Observando a natureza, a evolução criou organismos e sistemas biológicos completos, complexos e eficientes. Também, não era para menos! Durante um período de 3,8 bilhões de anos, a fauna e flora em todo o planeta se adaptou e se desenvolveu, através de mecanismos específicos, criando soluções voltadas para sua sobrevivência.

Olhando mais de perto, e procurando nos atentar um pouco mais às soluções que a natureza nos proporciona, podemos trazer alguns desses conceitos para o nosso cotidiano. E, é aí que entra a Biomimética.

A Biomimética = Bio (vida) e mimesis (imitar), usa toda uma gama de sistemas biológicos, desde células microscópicas até o comportamento complexo de ecossistemas inteiros, como modelos e derivados de critérios de projeto, que abrem novas e inesperadas oportunidades para encontrar soluções para problemas da nossa rotina. Em essência, a Biomimética consolida milênios de evolução em um processo de inovação criativo e aberto.

Nós falamos um pouco sobre o que é Biomimética, mas como ela se aplica à vida humana?

 

A Biomimética aplicada ao nosso cotidiano

Uma empresa alemã, fabricante de vidros, constatou que milhares de pássaros morriam todos os anos na Europa ao colidir com os vidros dos arranha-céus.

Buscando uma solução para este evento, estudaram as florestas ondem os pássaros conseguem voar livremente sem colidir com nada. Mas algo em especial chamou a atenção: como eles não colidem com as inúmeras e enormes teias de aranha instaladas entre as árvores e arbustos? Acontece que, as teias de aranha contêm uma fibra em sua composição, capaz de refletir a luz ultravioleta, invisível aos olhos humanos, mas visível aos olhos das aves.

Baseando-se nesse conceito, a empresa aplicou em seus vidros fibras-ultravioletas, que mantém a transparência de seus vidros ao olho humano, mas, que podem ser vistos à distância pelos pássaros, o que acabou por reduzir significativamente o número de colisões.

Outro exemplo Biomimético bem conhecido é o do velcro. O velcro foi criado a partir de um estudo feito sobre os carrapichos, que, se observados através de um microscópio, os possuem uma série de filamentos entrelaçados com pequenos ganchos nas pontas, o que faz com que tenham a habilidade de se fixar nos pelos dos animais.

 

A Biomimética e a cosmetologia

Na Cosmetologia, a Biomimética visa sintetizar as características fisiológicas da pele, aliada a reprodução do que encontramos em elementos da natureza humana, animal ou vegetal, afim de, através de ativos análogos aos componentes essenciais da pele, suprir as suas necessidades que são cada vez mais visíveis ao longo dos anos.

já é possível aplicar esses conceitos na cosmetologia para prevenir o envelhecimento precoce, por exemplo.

 

Booster Biomimético de colágeno tipo III

Aqui na Vepakum Farma temos um ativo exclusivo de origem completamente fundamenta nos conceitos da Biomimética, pronto para ser manipulado em um cosmético anti-aging de última geração.

Reallagen™ é um booster biomimético de colágeno tipo III, comprovadamente vegano, que usou como fonte de inspiração o próprio colágeno humano para aumentar a sua eficácia e capacidade de permeação. Como resultado, Reallagen™ chega a ter sua performance até 200 vezes superior ao colágeno de origem animal.

Estudos mostram que a taxa de redução de rugas e linhas de expressão utilizando Reallagen™ diariamente é de 40% em 8 semanas e superior a 60% em 10 semanas.

Reallagen™ está disponível para farmácias com manipulação por todo o Brasil.